23 de abr de 2013

Existem muitos tipos de votos

O "engodo das urnas" tem sido a base do sistema político desde tempos remotos. As éstorias que um dia estudei nos livros de história, eu posso reaprender in loco, em tempos de eleições.

Cabe a todo cidadão conhecer a história ao longo dos séculos... desde as dinastias (algumas pétrias). Comece lá atrás... desde as capitanias hereditárias. Faça uma viagem  pela história e uma viagem introspectiva. 
Posso citar vários outros fatores que fizeram a diferença e que continuam fazendo muita diferença, em tempos de campanha eleitoral, por todo Brasil afora.
Então... veja alguns fatores:



Estes são alguns fatores... e as pessoas precisam estar realmente cientes...
É CLARO QUE EXISTEM ELEITORES QUE FINGEM NÃO SABER DE NADA...


Sob esta ótica, podemos criar mais uma categoria: o "voto da zona de conforto" - (nesta categoria, interessa os interesses particulares).


Inevitável não lembrar da celebre frase de Joseph-Marie de Maistre: Cada povo tem o governo que merece.

Bom.. é meu desejo que “NOSSA GUARAREMA” contribua para o conhecimento e a informação mais precisa e mais próxima da verdade. Gostaria que os cidadãos pudessem falar mais abertamente sobre questões polêmicas. 

O embate filosófico sempre é salutar.
Importante mesmo é tentar mudar essa  ignorância política que, ainda, persiste no século 21, nos mais diferentes cantos deste Brasil...

Ass.: Prof. Theo





De acordo com Amilcar Brunazo Filho, em março de 2010, o Comitê Multidisciplinar Independente (CMind), um grupo de 10 pessoas com experiência no acompanhamento e fiscalização no sistema eleitoral brasileiro, apresentou um relatório denunciando a total falta de controle da sociedade brasileira sobre o resultado da apuração eletrônica de votos desde 1996

Brunazo escreveu um livro que ilustra os tipos de fraudes possíveis e uma visão ampla de todo o processo eleitoral, identificando todos os pontos do processo que são passíveis de virem a ser atacados por pessoas mal intencionadas.

A figura acima mostra as etapas do processo eleitoral e os respectivos pontos de controle e fiscalização em eleição com Urnas-E Reais (que imprimem o voto para conferência do eleitor) e com Urnas-E Virtuais (sem materialização do voto).

Veja mais detalhes em: http://www.brunazo.eng.br/voto-e/livros/FeD.htm#ataques







Nenhum comentário: