9 de abr de 2013

Irregularidade em licitações com a SUZUKI ENGENHARIA


O atual  deputado estadual Andre Luiz do Prado foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo por irregularidade em licitações com a SUZUKI ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTDA.

No período em que Andre foi prefeito de Guararema (SP), entre 2005 e 2008, a Susuki Engenharia  juntamente com a construtora O`Hana somaram 47% de todas as obras do município.

Estas anomalias estatísticas foram denunciadas ao ministério público. O acúmulo de obras com duas construtoras, evidentemente, somente é possível com o apoio dos vereadores, fato que o Tribunal de Contas também deverá apurar.

Será que nessa toca tem mais coelhos?


TC 002436/007/06
CONTRATANTE: PREFEITURA MUNICIPAL DE GUARAREMA
CONTRATADA: SUZUKI ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTDA

Andre Luis do Prado (quando prefeito de Guararema no período de 2006/2008) através de contrato licitatório contratou a empresa SUZUKI ENGENHARIA E CONSTRUÇÃO LTDA para prestação de serviços de construção de uma escola de ensino fundamental, localizada na rua Padre Jose de Anchieta, jardim Dulce, bairro Lambari.

O contrato celebrado entre as partes, data de 08/11/2006, no valor de R$1.559.644,19.

A segunda câmara do tribunal de contas do Estado de São Paulo, em sessão de 02 de setembro de 2008, julgou irregulares a concorrência e o contrato, e ilegal o ato determinativo das despesas decorrentes.

veja cópia do TCE, declarando licitação irregular 
entre Suzuki Engenharia e Prefeitura de Guararema




E veja mais: obra da Suzuki Engenharia, já no ano de 2011/2012
Obra da Suzuki Engenharia: Contenção de talude
(cerca de 60 metros de muro e recuperação de calçamento)
que custou aos cofres públicos R$ 1.077.567,40

Neste contexto, sempre existiu uma "simbiose" entre o público e o privado. E é como se a sociedade estivesse a serviço dos políticos quando deveria ser exatamente o contrário.
Assim, para o cidadão, fica a eterna dúvida de campanhas milionárias, bancadas por bicheiros, empreiteiras etc, sempre com a utilização do Caixa Dois...
Com diz aquele ditado: o Caixa Dois, na política, é tão brasileiro quanto a goiabada com queijo.
Em 2010, das 513 campanhas mais caras 
para deputado federal, 369 foram eleitos. 
Ou seja, com grana, o candidato 
tem 72% de chances de ser eleito.

É devido a fatos com estes, que o projeto de reforma político eleitoral, tramita no Senado Federal. Contemplam alterações no financiamento público de campanha, lista fechada, fim da reeleição, divisão igualitária das vagas de candidaturas entre homens e mulheres etc.
Andre do Prado, em campanha a Deputado Estadual,
juntamente com Valdemar Costa Neto (Boy), em 2010


Porém, não podemos esperar projetos de reforma político eleitoral...
Precisamos, sim, acompanhar as contas da gestão de prefeitos e de ex-prefeitos.
Precisamos acompanhar a atuação de vereadores.
Precisamos deixar a prática da omissão para controlar melhor as contas da nossa cidade, onde nosso dinheiro (os impostos)  está sendo aplicado.






Veja O Entrevista Record Atualidade que discute a reforma política.
Paulo Henrique Amorim entrevista o deputado Henrique Fontana (PT-RS), relator do projeto e favorável ao financiamento público exclusivo de campanhas eleitorais e acabar, definitivamente, com a imoralidade do "caixa dois".



Nenhum comentário: